Zaragoza chega ao Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília

As obras do artista e publicitário catalão são parte do lote de 58 peças doado pelo artista, em 2017, ao Museu Nacional da República

9

Seis obras em ferro fundido do artista e publicitário catalão José Zaragoza (1930-1987), criadas em 1984, passaram a integrar o Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília (MAB). Agora, o espaço conta com um total de 22 esculturas na área externa, aberta à visitação pública durante toda a semana.

As esculturas de Zaragoza, que morou muito tempo no Brasil, são parte do lote de 58 peças (inclui também desenhos e quadros), doado pelo artista ao Museu Nacional da República (MUN) em 2017.

O diretor do museu na época, Wagner Barja, se recorda : “Quando Zaragoza me ligou, fiquei petrificado”. Personalidade do mundo das artes e da publicidade e propaganda (é o “Z” da prestigiosa Agência DPZ) em São Paulo, Zaragoza teria ouvido falar da política de constituição de acervo do MUN, que havia criado um núcleo de arte política.

Zaragoza é um “coringa no acervo do Museu da República”, afirma Barja. Curador independente, com notório saber em artes plásticas, teoria e história da arte e arte-educação, o ex-diretor do MUN considera que a ida das peças de Zaragoza para o Parque de Esculturas frisa a vocação do MAB em construir discursos estéticos sobre a arte contemporânea na capital.

* Com informações da Secec

Por Agência Brasília com informações de Sueli Moitinho

Foto: Luiz Cândido/Agência Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui