Mais de 61 mil famílias recebem pagamento antecipado do DF Social

Parcela de dezembro, no valor de R$ 9.261.750,00, foi liberada mais de uma semana antes do prazo

85

“Nós antecipamos o pagamento porque sabemos que fim de ano é um período de muitos gastos, pagamento de impostos, o que pesa, sobretudo, para as famílias mais vulneráveis. É uma forma de amenizar esse impacto para dar um fim de ano mais tranquilo para a população do DF” Ana Paula Marra, secretária de Desenvolvimento Social

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) antecipou nessa sexta-feira (23/12) o pagamento da parcela de dezembro do programa DF Social para 61.416 famílias. O benefício de R$ 150 é concedido mensalmente às famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, inscritas no Cadastro Único. O benefício, geralmente, é pago no primeiro dia útil do mês seguinte. Ou seja, neste caso, o pagamento seria realizado no primeiro dia útil de janeiro.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), gestora do programa, o valor total da folha de pagamentos de dezembro do DF Social ficou em R$ 9.261.750,00.

“Nós antecipamos o pagamento porque sabemos que fim de ano é um período de muitos gastos, pagamento de impostos, o que pesa, sobretudo, para as famílias mais vulneráveis. É uma forma de amenizar esse impacto para dar um fim de ano mais tranquilo para a população do DF”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Para participar do programa, não é necessário solicitar a inclusão nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Caso o cidadão preencha os pré-requisitos e esteja inscrito no Cadastro Único, estará apto a receber o benefício, conforme priorização das famílias e compatibilidade orçamentária.

Consulta GDF Social

A previsão orçamentária do DF Social atende 70 mil famílias. Mas há beneficiários que foram contemplados e não recebem porque não abriram a conta social no Banco de Brasília (BRB). Atualmente, são 8.584 pessoas nessa situação.

“Reforço aqui o pedido para que o cidadão faça a sua consulta no site GDF Social e veja se está entre os beneficiários. Muitas pessoas têm direito ao benefício, atendem a todos os critérios, mas nem sabem que foram contempladas.”, enfatiza.

O cidadão deve acessar o site do GDF Social para confirmar se está entre os beneficiários. No portal, em “Consulta DF Social”, é necessário informar CPF e data de nascimento. Após esse procedimento, aparece mensagem na tela informando se a pessoa está ou não na lista de contemplados.

Se estiver entre os beneficiários, para receber o DF Social, ele deve abrir uma conta no Banco de Brasília (BRB). A abertura da conta social pode ser realizada pelo aplicativo BRB Mobile. Basta seguir o passo a passo no link https://novo.brb.com.br/para-voce/abra-sua-conta/.

*Com informações da Sedes

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Sedes / Reprodução do Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui