PRF realizará campanha educativa para o Carnaval

Cinema Rodoviário Polícia Rodoviária Federal acontecerá na carreta de educação pela primeira vez no Distrito Federal

96

A campanha da Polícia Rodoviária Federal para o Carnaval 2023 destaca a importância de cumprir as leis do Código de Trânsito Brasileiro-CTB para garantir um trânsito seguro. Neste ano de 2023, a PRF realizará campanhas educativas durante o período do carnaval.

Operação Carnaval 2023

Operação Carnaval da PRF é parte integrante da Operação Rodovida 2022/2023 e será executada em todo o Brasil com o objetivo de promover a segurança viária nos deslocamentos dos usuários pelas rodovias federais.

A abertura da Operação Carnaval será nesta quinta-feira (16), das 7 às 13h. Os trabalhos de educação, com o Cinema Rodoviário, ocorrerão no período do dia 16 à 18 de fevereiro na localidade Recanto das Emas.

Cinema Rodoviário PRF: Consiste em um comando educativo que associa Educação para o Trânsito à atividade de fiscalização, apresentando aos ocupantes dos veículos abordados palestras de curta duração, utilizando imagens e filmes educativos que alertam acerca da dinâmica do trânsito e suas peculiaridades. Para essa ação será utilizada pela primeiro vez, no DF, a unidade móvel Cinema Rodoviário, carreta da educação.

Unidade Móvel Cinema Rodoviário:

O enfrentamento qualificado à violência no trânsito exige a adoção de novas políticas de prevenção, visando à mudança cultural e comportamental da
sociedade, de forma a proporcionar um cenário de transformação, em que a educação é pilar fundamental nesse processo.

A Educação para o Trânsito desenvolvida pela PRF é uma das principais ações na orientação dos esforços institucionais de redução dos riscos no trânsito, pelo seu potencial preventivo baseado na mudança comportamental.

Composta por um conjunto de ações destinadas a proporcionar oportunidades de reflexão visando à humanização do trânsito, tem como propósito a prevenção de acidentes
e promoção da cidadania.

Nesse sentido, em 2023 a PRF inicia, em um período de grande fluxo nas rodovias federais, a utilização de uma nova carreta que se transforma em um confortável e moderno auditório, cm capacidade para 45 pessoas, destinado a uma de suas ações de Educação para o Trânsito.

Os trabalhos de fiscalização e de educação terão como foco as condutas indevidas como a ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, não utilização do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios, falta de uso do capacete, excesso de velocidade e utilização do telefone celular durante a condução de veículos. Condutas essas que, historicamente provocam índices elevados de letalidade.

Um dos focos principais será o combate à mistura álcool e direção, uma das maiores causas de acidentes de trânsito com vítimas gravemente feridas. O combate à embriaguez ao volante será feito através de ações educativas e fiscalização eficiente. Dirigir sob o efeito do álcool reduz a capacidade de reação do motorista, colocando em risco a segurança de todos os usuários das rodovias. É preciso que toda a sociedade se conscientize de que beber e dirigir são atividades incompatíveis.

A fiscalização e o policiamento nas rodovias federais do DF serão intensificados com o aumento das rondas ostensivas e com o policiamento das equipes em locais estratégicos. Os policiais se revezarão ao longo das rodovias federais nos trechos mais movimentados e também nos considerados críticos pelo alto índice de acidentes, ou pelo elevado número de infrações de trânsito.

Orientações para quem vai pegar a estrada:

Antes de viajar, o proprietário do veículo deve verificar as condições do carro. A manutenção deve estar em dia, em especial em relação aos itens de segurança, como sistema de freios, pneus e sistemas de iluminação e sinalização;

A viagem deve ser planejada de modo que o condutor não dirija por mais de quatro horas ininterruptas. Ele deve estar descansado e em condições físicas e psicológicas para conduzir o veículo. Deve haver planejamento para abastecimento e alimentação também;

O veículo só pode levar até a capacidade máxima de passageiros permitida. Todos os ocupantes devem usar o cinto de segurança ou, em caso de crianças, o sistema de retenção equivalente;

As bagagens devem ser levadas em compartimento próprio, para evitar lesões em caso de envolvimento em acidentes. Se forem levadas em compartimento de passageiros, elas podem se deslocar e machucar os ocupantes do carro;

Os motoristas devem respeitar a sinalização, a velocidade máxima estabelecida para a via e, em relação às ultrapassagens, devem realizar a manobra somente em locais permitidos e quando houver tempo e distância para concluir a manobra sem colocar o trânsito em risco. Ressalta-se que ultrapassagens mal realizadas são responsáveis por um terço das mortes em rodovias federais;

Em caso de chuva, a velocidade deve ser reduzida, os faróis devem permanecer acesos e a distância de segurança entre os veículos deve aumentar.

No caso de emergência em rodovias federais, ligue 191.

Por Redação Jornal de Brasília

Foto: Agência Brasil / Reprodução Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui