PCDF prende estelionatário com cerca de 60 ocorrências no DF

Segundo a polícia, o estelionatário se apresentava como revendedor de produtos da Apple e, após receber o pagamento, desaparecia

97

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu nesta quarta-feira (15/03), um homem de 36 anos que se passava por revendedor de aparelhos da Apple na internet e na Feira dos importados de Taguatinga, para aplicar golpes em todo o Distrito Federal.

Segundo a 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), responsável pelo caso, o estelionatário se apresentava como revendedor de produtos da Apple, anunciando Iphones e MacBooks. Após ganhar a confiança dos compradores, quando recebia o dinheiro combinado pelas vendas, desaparecia e bloqueava as ligações e contatos das vítimas.

“Além disso, recentemente, estava atuando como investidor de criptomoedas, prometendo retornos astronômicos às vítimas que, após passar vultosas quantias a ele, ficavam no prejuízo”, afirma o delegado Maurício Iacozzilli, da 10ª DP.

O criminoso estava foragido desde fevereiro do ano passado, e foi localizado na casa de parentes em Samambaia-DF. De acordo com a polícia, o autor responde a cinco Inquéritos Policiais pelo crime de estelionato, e é suspeito em outras 60 ocorrências policiais por estelionato em todas as regiões administrativas do DF, as quais estão sob investigação em várias unidades da PCDF.

Após os procedimentos legais, o autor foi recolhido à Carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça. A PCDF solicita que outras vítimas que o reconheçam procurem as delegacias responsáveis.

Por Tereza Neuberger do Jornal de Brasília

Foto: PCDF / Reprodução Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui