Produtividade do Na Hora aumenta 31% após reformas

Unidades do Gama, Plano Piloto, Brazlândia, Ceilândia, Riacho Fundo e Sobradinho já foram entregues; a próxima será a de Taguatinga

63

Seis das sete unidades do Na Hora do Distrito Federal passaram por reformas na estrutura física e no parque tecnológico nos últimos meses. Essas mudanças representam, em média, um aumento de 31% da produtividade e beneficiam diretamente a população.

“A Sejus trabalha para dar o melhor atendimento e resultado nos serviços oferecidos. Entregamos para a população o que ela precisa, que é qualidade e cidadania”Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

Há menos de um mês, o Governo do Distrito Federal (GDF) entregou a reforma da unidade do Gama. Além dela, também passaram por melhorias as instalações de Brazlândia, Riacho Fundo, Sobradinho, Ceilândia e a da Rodoviária do Plano Piloto. Resta entregar a de Taguatinga.

As mudanças estruturais e do parque tecnológico vieram acompanhadas do aumento na oferta de serviços. Na Rodoviária do Plano Piloto e em Ceilândia os atendimentos foram ampliados com serviços da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF).

A de Brazlândia ganhou um posto do Instituto de Identificação da Polícia Civil (PCDF) e outro da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Em Sobradinho, o acréscimo foi de guichês para o serviço de biometria do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), enquanto no Riacho Fundo houve implementação do BRB Conveniência e, no Gama, um posto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Em comum, todas elas passaram por reforma estrutural, por modernização tecnológica. Houve ampliação de copas e banheiros, com substituição de pia e revestimento das paredes e do piso e instalação de armário, bem como adequação de toda rede elétrica e substituição de toda rede lógica, o que permite maior velocidade de tráfego. Os espaços também foram otimizados com a troca de mobiliário para atender mais servidores, colaboradores e a população.

“A Sejus trabalha para dar o melhor atendimento e resultado nos serviços oferecidos. Entregamos para a população o que ela precisa, que é qualidade e cidadania”, aponta a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Esse trabalho contou também com a parceria do Banco de Brasília (BRB), que trocou a tecnologia das unidades e custeou as reformas. Para o presidente do banco, ele cumpre o seu papel social de atuação. “O BRB, como banco público, tem em seu DNA atuar pelo desenvolvimento econômico, social e humano no DF. Recebemos do governador Ibaneis Rocha a missão de colaborar com o Na Hora, ajudando a melhorar o atendimento e a prestação de serviços para a população. Estamos muito felizes em poder participar desse projeto”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Atendimento ao cidadão

Atualmente, o DF conta com unidades fixas do Na Hora na Rodoviária do Plano Piloto e em Sobradinho, Taguatinga, Brazlândia, Ceilândia, Gama e Riacho Fundo, além do posto de perícias médicas na Asa Sul. Apenas em 2021, as oito unidades registraram um milhão de atendimentos.

Criado em 2001 para facilitar a vida do cidadão, o Na Hora é um espaço que oferece serviços de regularização de débitos, emissão de documentos, ligação de água, emissão de Habite-se e solicitações ao Detran-DF, entre outros. Acesse aqui os endereços, telefones e serviços disponíveis em cada unidade.

Por Agência Brasília

Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui