Após 3 dias sumido, empresário brasiliense é localizado em Lisboa

Marcos Paulo Garzon, 32 anos, foi visto pela última vez na 5ª (30/11); familiares buscavam por informações que levassem ao paradeiro dele

50

Após ser dado como desaparecido desde quinta-feira (30/11), o empresário brasilense Marcos Paulo Garzon Puig (foto em destaque), 32 anos, foi localizado na manhã desse domingo (3/12) em Lisboa, capital de Portugal. Segundo familiares, o homem está bem.

Ao Metrópoles, a mãe do empresário, Marisa Garzon detalhou que, na quinta-feira, o filho saiu de casa, no Noroeste, em direção ao escritório em que trabalha, no Lago Sul. Porém, durante o trajeto, ele teria recebido uma ligação telefônica, e deixado o carro dele na 415 Sul, por volta das 11h.

O veículo foi encontrado no dia seguinte com a chave escondida em cima de um dos pneus. Em seguida, ele pegou um transporte por aplicativo para o Aeroporto de Brasília, onde ficou por cerca de uma hora lá.

No local, ele pegou um táxi e foi em direção à Aparecida de Goiânia, a cerca de 217 km de Brasília (DF), onde teria sido visto pela última vez, até então, com algumas bolsas de viagem.

Segundo Marisa, o filho, que completa 33 anos nesta segunda-feira (4/12), estava com tudo planejado para ter comemorado o aniversário nesse sábado (2/12).

“Na sexta-feira, ele saiu com uma amiga e comentou como estava feliz em comemorar o aniversário dele. Todo mundo é apaixonado pelo meu filho. Está sempre feliz e de bem com a vida”, comentou Marisa.

O desaparecimento de Marcos foi registrado na 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul). De acordo com o delegado-chefe adjunto responsável pelo caso, Maurício Iacozzilli, o empresário desembarcou em Lisboa na manhã deste domingo e não foi vítima de nenhum crime.

“Ele tem alguns familiares que moram lá, e ele tem passaporte português também. No computador dele a gente já tinha identificado que ele estava pesquisando como morar em Portugal, como trabalhar e o que fazer por lá”, detalhou o delegado.

Por Thalita Vasconcelos do Metrópoles

Foto: Reprodução / Reprodução Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui