INSS vai usar inteligência artificial contra fraudes no auxílio-doença

Medidas será adotada para tentar reduzir a fila de espera do INSS

28

A inteligência artificial vai ajudar o INSS a combater fraudes nos atestados médicos. A nova ferramenta deve começar a funcionar ainda neste mês, segundo o Instituto.

O programa de inteligência artificial vai analisar os atestados enviados pelo Atestmed. É uma função do aplicativo Meu INSS, em que o usuário envia o documento por ali, em vez de fazer uma perícia presencial.

O robô vai fazer o cruzamento de bancos de dados para detectar as irregularidades. Ele vai checar a identificação dos médicos, registro no Conselho de Medicina e grafia, a letra, dos médicos, por exemplo.

A ideia é que essa análise com uso de robôs reduza o tempo de espera para concessão de benefícios e torne o processo mais seguro, disse o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, à Rádio Nacional.

De acordo com o presidente do instituto, a adoção dessa tecnologia é a segunda fase do Atestmed. Uma das medidas adotadas para tentar reduzir a fila de espera do INSS.

Segundo dados do instituto, mais de um milhão de pessoas aguardam a análise dos casos para concessão de benefícios, como o auxílio-doença.

Com informações da Agência Brasil

Por Jornal de Brasília

Foto: Divulgação / Reprodução Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui