Equipes trabalham na contenção de danos causados pelas chuvas no DF

Medidas emergenciais em período integral estão sendo feitas em regiões como Bernardo Sayão, Gama e Arniqueira

26

Com as chuvas intensas nos últimos dias, equipes do Governo do Distrito Federal trabalham para mediar o impacto causado nas vias da cidade. Desde quarta-feira (3), diversas regiões do DF vêm recebendo manutenção de redes pluviais, recapeamento de asfalto e desentupimento das bocas de lobo.

Em Bernardo Sayão, no Guará, a Secretaria de Obras e Infraestrutura (SODF) trabalha para reduzir os danos das chuvas. A via BS-07, que liga os condomínios da região, foi a mais atingida. Por lá, equipes atuam desde quarta para tapar buracos, desobstruir as bocas de lobo e limpar a lama acumulada na via.

“Nós temos uma equipe de prontidão no canteiro de obras para que, caso haja chuvas mais fortes, nós consigamos atuar com rapidez”, explica o fiscal da obra, Renan José de Oliveira. Além disso, dois caminhões fazem o transporte de cascalho e resíduos da construção civil (RCC) diretamente para o canteiro de obras.

O material ficará acumulado no local para, quando necessário, ser transportado mais rapidamente. “Fica a uns 400 metros de onde estamos fazendo obras na via. Se a gente precisar, em alguma emergência, basta buscar com o caminhão e descarregar no ponto crítico”, detalha o fiscal.

As equipes também trabalham no aterramento e compactação do solo; e, após o período chuvoso, outros serviços serão feitos para garantir o bom estado da via. “Até a próxima semana, a gente deve ficar por aqui em período integral. Quando as condições climáticas melhorarem, a gente vai voltar com o maquinário para dar mais uma nivelada no terreno”, conclui.

Atendimento imediato

No Gama, uma rede pluvial se rompeu após a sobrecarga causada pelas chuvas. A demanda, enviada pelos moradores da Quadra 11 na quarta-feira, foi atendida pelas equipes da Novacap, que compareceram no local para um diagnóstico. Os trabalhos de reparo começaram na manhã de quinta-feira (4).

“Esses são serviços feitos ao longo de todo ano, não apenas no período das chuvas. O rompimento acontece porque são redes antigas, com problemas de lançamento de esgoto que aceleram o desgaste natural dos materiais nos elementos que compõem a rede”, explica o  chefe da Divisão de Manutenção de Drenagem Pluvial da Novacap, Edivaldo do Amaral.

O motorista José Eliomar da Silva mora na região do Gama e passava pelo local na hora que a erosão se abriu. Ele diz ter se assustado na hora, reunindo a comunidade para acionar a Novacap. “Eles ouviram imediatamente nossa chamada. Foi muito bom, porque tem muita criança aqui por perto na comunidade. O atendimento foi bem rápido”, relata.

Edivaldo reforça que as equipes da Novacap, com apoio de reeducandos, têm trabalhado integralmente desde os últimos dias de 2023 atendendo demandas consideradas emergenciais – como a que está em andamento na CR 45 do Vale do Amanhecer, em Planaltina, onde há um problema de alagamento de residências. “Estamos trabalhando para solucionar o mais rápido possível”, ressalta.

Já em Arniqueira, está sendo feito um nivelamento do asfalto da Rua do Mirante. Segundo a administradora da cidade, Telma Rufino Alves, a força da água atingiu a camada grossa de massa asfáltica, que foi retirada para nivelação do terreno. Ela afirma que, quando as chuvas diminuírem, o recapeamento será realizado. “Estamos trabalhando de uma maneira geral, desentupindo bueiros, fazendo podas de árvore e limpando tudo na cidade”, observa.

Estado de alerta

Desde quarta-feira, o Distrito Federal está em estado de alerta por conta dos temporais que atingiram diversas regiões e pela previsão de mais chuva nos próximos dias. A medida anunciada pela governadora em exercício Celina Leão mobiliza todos os órgãos do GDF para o pronto atendimento à população em situação de risco.

O decreto nº 45.382 visa dar rapidez nas respostas do governo em caso de fortes chuvas e outras ocorrências. Com a medida, o DF foi dividido em 15 grupos multidisciplinares e foram designados responsáveis pela organização e envio de equipes para os locais afetados. O texto garante a mobilização de profissionais, veículos, equipamentos, maquinários e insumos necessários para o atendimento das ocorrências a qualquer hora do dia, sete dias por semana.

O grupo, liderado pela Secretaria de Governo (Segov), será responsável por mapear os pontos mais impactados pelas chuvas, emitir alertas diários e realizar reparos permanentes.

Por Jak Spies e Thaís Miranda da Agência Brasília 

Foto: Divulgação/ Secretaria de Obras / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui