Regiões administrativas são premiadas por iniciativas empreendedoras nas cidades

A premiação é fruto da parceria do Governo do Distrito Federal com o Sebrae-DF e busca reconhecer projetos que contribuem para o crescimento econômico, social e inclusivo do DF. Guará, Recanto das Emas e Riacho Fundo representam o DF na etapa nacional

29

Nove regiões administrativas do Distrito Federal foram vencedoras do II Prêmio Sebrae-DF Cidade Empreendedora. A iniciativa reconhece as melhores práticas de gestão pública nas administrações regionais voltadas a empreendedores e pequenos empresários do DF sob o ponto de vista econômico, inclusivo e social das cidades. A premiação, fruto da parceria entre o Governo do Distrito Federal (GDF) e o Sebrae, é mantida desde 2019 para estimular o empreendedorismo nas cidades.

As administrações regionais concorreram nas categorias Desenvolvimento territorial, Inclusão produtiva, Empreendedorismo jovem e Marketing territorial. Dos projetos premiados, quatro representaram o DF na fase nacional da competição: Plantando o Futuro, do Guará; Bike Parque dos Tonéis, do Riacho Fundo; Protótipo Alora – Cooperativa de Idosos Reflorescer, do Recanto das Emas; e Encantarte, também do Guará.

Com dois projetos premiados, a Administração Regional do Guará conquistou o primeiro lugar geral nas categorias Empreendedorismo jovem e Desenvolvimento territorial. “O prêmio é o reflexo da dedicação de toda a equipe da administração. Em especial, destaco o trabalho incansável da nossa servidora Viviane Mello, que foi fundamental para que o Guará conquistasse o primeiro lugar geral. Cada vez mais, nossa cidade se firma como referência em sustentabilidade, compromisso com o meio ambiente e incentivo ao empreendedorismo”, disse o administrador regional da cidade, Artur Nogueira.

Outra premiada foi a Administração Regional da Fercal, que ficou em primeiro lugar na categoria Marketing territorial com o projeto Turismo Sustentável, Memória Afetiva do Roteiro da Estrada Colonial do Planalto Central. Segundo o administrador da cidade, Fernando Madeira, a iniciativa foi pensada para desenvolver o turismo na região e incentivar as atividades características do turismo, gerando renda e identificação da comunidade local com seu território.

“A nossa ideia foi criar uma rota do turismo da Fercal, no formato de um guia da área rural. Temos a vocação e várias propriedades que oferecem os mais diversos cenários como o turismo de aventura, plantio de uvas, restaurantes, cavernas, para os mais diversos passeios e eventos ー tudo pensando em impulsionar o turismo na região, gerando emprego e renda para a comunidade local”, destaca Madeira. Segundo o gestor, para a construção do projeto foram visitadas 30 propriedades rurais da RA.

Confira a lista dos projetos e administrações premiadas

Categoria Marketing territorial

⇒ 1º lugar: Fercal – O projeto Turismo Sustentável, Memória Afetiva do Roteiro da Estrada Colonial do Planalto Central foi premiado por desenvolver o turismo na região e incentivar as atividades características do turismo, gerando renda e identificação da comunidade local com o território
⇒ 2º lugar: Cruzeiro – O projeto Cruzeiro, Cidade do Samba fortaleceu os diversos setores econômicos da região, incluindo feirantes, quiosqueiros, ambulantes e empreendedores por meio de ações de capacitação, comercialização e disseminação da cultura local
⇒ 3º lugar: Águas Claras – O projeto Águas Claras Sustentável recebeu reconhecimento por promover a educação ambiental e logística reversa, gerando impactos socioambientais positivos por meio de um ciclo sustentável de reciclagem de materiais eletrônicos

Categoria Desenvolvimento territorial

⇒ 1º lugar: Guará – O projeto Encantarte e Projeto Itinerante no Guará promove uma feira itinerante para impulsionar artesãos, ambulantes e microempreendedores individuais da região, potencializando os negócios locais
⇒ 2º lugar: Planaltina – O projeto Rota Turística e Gastronômica de Planaltina visa o desenvolvimento e potencialização da região, fortalecendo o turismo local por meio da capacitação de empresários e alunos da escola técnica
⇒ 3º lugar: Riacho Fundo – O projeto Bike Parque dos Tonéis promoveu o empreendedorismo jovem e o fortalecimento de negócios existentes na região por meio da criação de um espaço de lazer, prática esportiva e empreendedorismo

Categoria Empreendedorismo jovem

⇒ 1º lugar: Guará – O projeto Plantando o Futuro estimula jovens residentes na região por meio da capacitação de horticultores urbanos e a inserção no mercado de trabalho
⇒ 2º lugar: São Sebastião – O projeto Oportuniza jovem busca despertar e transformar a mentalidade dos jovens, estimulando a geração de renda e o empreendedorismo na região
⇒ 3º lugar: Recanto das Emas – O projeto Vitalize – Inspiração e Criatividade tem como objetivo impulsionar e estimular os jovens da região a iniciarem os próprios negócios por meio de capacitações e compreensão de como gerir um negócio

Categoria: Inclusão produtiva

1º lugar: Recanto das Emas – O projeto Protótipo Alora – Cooperativa de Idosos Reflorescer, Unindo Gerações valoriza empreendedores da melhor idade por meio de ações de comercialização de produtos, gerando benefícios econômicos e sociais, além de promover a inserção no mercado de trabalho e o fortalecimento da comunidade local
2º lugar: Santa Maria – O projeto Encontro de Brechós 2023 promove a economia circular e sustentabilidade por meio da venda ou troca de roupas usadas em bom estado, incentivando a conscientização sobre o consumo consciente e a reutilização de peças de vestuário
3º lugar: Taguatinga – O projeto Inclusão Social Através do Empreendedor formalizou e organizou o comércio de ambulantes e quiosques da cidade conforme a legislação vigente

Por Josiane Borges da Agência Brasília

Foto: Divulgação / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui