Sob nova gestão, Cine Brasília promove masterclass sobre mercado audiovisual

Curso é gratuito e será ministrado pelo diretor da distribuidora Vitrine Filmes, Felipe Lopes; inscrições vão até esta segunda-feira (17)

83

A próxima quarta-feira (19) marca o início da gestão compartilhada do Cine Brasília. A Organização da Sociedade Civil (OSC) Box Cultural e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) assumem uma nova administração do espaço com uma programação especial. Na quinta-feira (20), o Cine Brasília terá a sua primeira atividade formativa sob a nova gestão: a Masterclass Distribuição e Mercado com o diretor da distribuidora Vitrine Filmes, Felipe Lopes.

O curso, gratuito, começa às 10h e tem duas horas de duração, com emissão de certificado. Para participar, os interessados devem preencher, até esta segunda-feira (17), um formulário de inscrição.

De acordo com o diretor Felipe Lopes, os participantes terão a chance de discutir as oportunidades no mercado audiovisual nacional e global, do ponto de vista da distribuição e exibição de conteúdo.

“É um curso importante não apenas para quem trabalha na comercialização de filmes, mas para todos os interessados em realizar cinema. Entender estratégias de comunicação da obra com o público final é fundamental para o alinhamento de expectativas e uma maior chance de sucesso para um filme. Além disso, abre olhares para compreender o cenário atual do mercado audiovisual brasileiro e como podemos enfrentar desafios de concorrência e luta por políticas públicas amplas para o setor”, defendeu o diretor.

O objetivo da masterclass é apresentar um panorama do mercado audiovisual brasileiro atual, sobretudo após a pandemia. O encontro é considerado como um passo inicial para despertar a atenção do público de acordo com seus hábitos de consumo.

Nova gestão

A OSC Box Cultural assume a gestão compartilhada do Cine Brasília ao lado da Secec pelos próximos três anos. A cerimônia de abertura do relançamento da parceria será no Dia do Cinema Brasileiro, na próxima quarta-feira (19).

“A Box Cultural foi a vencedora, com a melhor pontuação no processo. Eles já estiveram conosco antes e realizaram um trabalho exemplar. A Box já vai entrar em operação nos próximos dias para que a gente tenha uma programação com filmes e debates na essência do Cine Brasília”, afirmou o secretário de Cultura e Economia Criativa do DF, Cláudio Abrantes.

Já a diretora-geral da Box Cultural, Sara Rocha, comemorou a parceria com o GDF: “A gente está muito feliz em seguir nesse trabalho para fazer a programação, a manutenção e o cuidado com esse equipamento tão amado pela cidade. Sem dúvidas vamos aproveitar alguns aprendizados que conseguimos desenvolver e diagnosticar na primeira etapa, procurando ampliar e melhorar algumas características e estratégias”.

Por Thaís Miranda da Agência Brasília

Foto: Divulgação / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui