21/09/2021 14:08:40
Início Sem categoria Estreante, Minas Brasília faz história no Brasileiro sub-16 e decide título contra...

Estreante, Minas Brasília faz história no Brasileiro sub-16 e decide título contra o Internacional

Desde 2019, a CBF e a Conmebol tornaram obrigatório aos clubes que disputam a Série A do Brasileiro e a Copa Libertadores que tivessem times femininos em competições oficiais e que desenvolvessem trabalho de base nas equipes femininas. O Minas Brasília é um dos raros clubes que não surgiram como membrana de um masculino. Após ser fundado como projeto social por duas irmãs que tiveram o sonho de serem jogadoras frustrados, o clube candango vem fazendo história no profissional, sem nunca ter largado a base. Um dos resultados é que o time está na final do Brasileiro sub-16 contra o Internacional. 

A decisão ocorre neste domingo (20/12/20), às 15h, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP), com transmissão do MyCujoo. Para chegarem pela primeira vez na disputa pelo título, os dois clubes precisaram passar pelos finalistas da edição de 2019, Santos e São Paulo, nas semifinais. Estreante na categoria, as mini-Minas de Brasília avançaram da primeira fase com a segunda melhor campanha. Depois, eliminaram as atuais campeãs do São Paulo. Em um jogo emocionante, o time venceu, de virada, o Tricolor Paulista, por 2 x 1.

“Não estou conseguindo descrever essa emoção. Estamos entrando para a história do meu clube e do futebol feminino representando Brasília”, descreveu Ana Paula de Andrade, técnica do Minas Brasília. “Esse é um clube que luta muito, com duas presidentes que amam futebol e dão total apoio para essas jogadoras”, completou. Pelo profissional, o Minas também fez história na estreia no Brasileirão A2, quando sagrou-se campeão em 2018. Para repetir o feito no torneio nacional sub-16, as comandadas de Ana Paula não terão vida fácil. 

Donas da melhor campanha da primeira fase da competição, as Gurias Coloradas venceram o Santos nos pênaltis, com vitória por 4 x 2, após a partida terminar empatada sem gols no tempo regulamentar. “As meninas acreditaram até o último momento e foi assim, uma vitória na garra”, comentou Felipe Teixeira, técnico do Internacional, após a classificação para a final. “Esse grupo aqui batalhou bastante, nós tivemos a pandemia que foi bem difícil mas, mesmo assim, elaboramos um ótimo planejamento para chegarmos da melhor forma possível.”

Por Maíra Nunes do Correio Braziliense com informações de Sandra Barreto do Portal Painel da Cidadania

Foto Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments