Pesquisa apura opinião de brasilienses sobre a folia de rua

Elaborado em parceria com secretarias e a Central 156, estudo do IPEDF quer saber como moradores avaliam a festa que ficou suspensa durante dois anos por causa da pandemia

76

O Instituto de Pesquisa e Estatística do Distrito Federal (IPEDF), em parceria com as secretarias de Cultura e Economia Criativa (Secec), de Governo (Segov) e de Planejamento, Orçamento e Administração (Seplad), fará uma pesquisa telefônica para saber a opinião dos moradores do Distrito Federal sobre o Carnaval de rua em 2023. O levantamento começa nesta segunda-feira (27/02), com previsão de terminar em até 45 dias.

O objetivo da pesquisa, realizada por meio da Central 156, é identificar a percepção dos foliões e não foliões sobre a atuação de serviços públicos no período, como segurança e limpeza, além de estimar o movimento econômico durante o Carnaval, abordando questões sobre gastos. Para responder o questionário, o entrevistado leva entre cinco e sete minutos. O IPEDF destaca que não serão pedidas informações sobre contas bancárias.

*Com informações do IPEDF

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/IPEDF / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui