“Zona Verde do DF será implementada ainda em 2023”

Projeto polêmico prevê a criação de estacionamentos rotativos pagos em áreas públicas na área central de Brasília

75

Em entrevista exclusiva ao Jornal de Brasília, o secretário de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal, Valter Casimiro, se mostrou otimista na aprovação do projeto Zona Verde, apesar das contestações legais de moradores da região. Casimiro acrescentou que a proposta faz parte do pacote de medidas do Governo do Distrito Federal que visa diminuir o fluxo de veículos no centro da capital.

De acordo com o chefe da pasta, o Zona Verde é uma das prioridades do governo “para estimular o uso do transporte coletivo e tirar o máximo de carros de circulação do centro do Plano Piloto”. A construção do VLT da W3, dos BRTs Norte, Sul e Oeste, de 120 km de ciclovias, aumento da frota de ônibus e do número de trens do metrô também estão incluídos nessa lista prioritária do Executivo local.

O Conselho Comunitário da Asa Norte (CCAN) encaminhou representação ao Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) alegando erros de origem no projeto e vício de iniciativa. Para os moradores, a competência seria do Detran-DF e não da Secretaria de Mobilidade (Semob). Em resposta, o governador Ibaneis Rocha (MDB) regulamentou lei complementar que prevê a criação de estacionamentos rotativos pagos em áreas públicas e, assim, garantiu à Semob a competência de elaborar os contratos de concessão, acompanhar e fiscalizar o cumprimento dos termos.

“Basta o TCDF emitir o ‘de acordo’ agora. O projeto já foi avaliado pelos técnicos, que concordaram, e precisa ir ao plenário para poder votar. A votação sendo favorável, [o edital de licitação] já pode ser publicado e aí é o tempo da empresa vencedora se instalar e organizar tudo. Nós entendemos que é uma atividade rápida e simples e, por isso, a gente consegue implementar o Zona Verde ainda esse ano”, cravou Casimiro.

A empresa vencedora do certame terá a concessão por 20 anos e deverá construir bolsões de estacionamento próximos às estações do metrô e do BRT para isentar de pagamento os motoristas de veículos de passeio que decidirem estacionar nesses locais e usarem o bilhete eletrônico.

Fundo de Transporte

Outra novidade revelada pelo chefe da pasta foi que o dinheiro arrecadado no Zona Verde deverá ser investido em um Fundo de Transporte. “Há uma discussão entre vários órgãos para poder destinar os recursos não apenas ao transporte coletivo, mas para a mobilidade em geral, como em ciclovias e na própria tarifa técnica usada no transporte público”, completou.

Servidor público federal de carreira, Valter Casimiro informou também que o GDF avalia a criação de uma linha do metrô da Esplanada até Santa Maria. Segundo ele, o governo local já contratou estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental. “A nova linha sairia da Esplanada, pegando por todo Eixo Monumental, seguiria pelo Sudoeste, SIA, Cruzeiro, Candangolândia, Riacho Fundo 1 e 2, Gama e Santa Maria”.

Ao longo de toda a entrevista, o secretário enumerou diversas outras ações da pasta para os próximos quatro anos, tais como:

Construção de mais 120 km de ciclovias

Aumento de 10% a 20% da frota de ônibus (há 2.800 coletivos circulando por todo o DF atualmente)

Aumento de 23 para 40 trens do metrô em horário de pico

Construção dos BRTs Norte, Sul e Oeste

Construção do VLT na W3 Sul-Norte

Concessão da Rodoviária do Plano Piloto

Obras viárias

E, mais importante! O secretário garantiu que não há previsão imediata de reajuste dos preços das tarifas de ônibus e metrô. “O governador pediu para que eu estudasse junto com a Secretaria de Planejamento formas de financiamento do transporte coletivo, pois ele não quer aumentar o preço da passagem. Ele está ciente de que a pandemia trouxe uma redução do poder aquisitivo da população e, por isso, ele não quer aumento das passagens do transporte público do DF”, concluiu Valter Casimiro.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Henrique Kotnick/JBr / Reprodução Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui