Ação social leva serviços de saúde a Samambaia

Evento envolveu mais de 200 profissionais da área durante este sábado

61

A população de Samambaia teve acesso, neste sábado (30), a uma grande ação social que contou com a oferta gratuita de vários serviços. Das 8h às 17h, mais de 200 profissionais da Secretaria de Saúde do DF (SES) e voluntários ofereceram atendimento médico, vacinação, aferição de pressão e glicemia, prevenção ginecológica, pediatria, clínica médica, odontologia, ortopedia, urologia e outros serviços especializados. A ação foi realizada na Escola Classe 325 pelo Conselho Regional de Saúde de Samambaia.

O evento também ofereceu atendimento jurídico e vacinação contra a raiva para animais. Para a criançada, a diversão foi garantida com teatro, campeonato de futebol, jardim sensorial e aula de escovação dental. Também houve corte de cabelo gratuito e aula de maquiagem.

A iniciativa, que oferece diversos serviços gratuitos à população, já se tornou tradição na região e ocorre há duas décadas com o apoio voluntário de agentes de saúde. Na última edição, foram atendidas mais de 2 mil moradores. “São pessoas que vêm para somar e colaborar com a comunidade”, avaliou o presidente do Conselho Regional de Saúde de Samambaia, Joel Abreu.

Interação

“Não é apenas uma ação, é o SUS trabalhando com a comunidade”, disse a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, que participou do evento. “A Saúde vem até a escola para vacinar e oferecer os serviços. Isso é importante para fortalecer a interação de serviços e de secretarias.”

Lucineide Faria, 32, soube do evento por meio da vizinha e aproveitou para aferir glicemia e pressão, além de levar sua filha Yasmin para ser vacinada. Moradora de Samambaia, ela destacou as atividades oferecidas às crianças e disse que conseguiu adiantar a marcação de uma consulta na UBS. “Foi bom porque tinha criança para minha filha brincar, e ajudou demais fazer tudo em um lugar só”, resumiu.

Quem também aproveitou foi o carpinteiro Francisco das Chagas, 57, que tomou vacina contra a gripe e o reforço contra a covid-19. “Eu trabalho em equipe, então tenho que me imunizar, né?”, comentou.

Com informações da Agência Brasília

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Jhonatan Cantarelle/Agência Saúde / Reprodução Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui