24/07/2024 00:03:01
InícioNotíciasCulturaCircuito de Culturas Populares celebra samba e yabás na Praça dos Orixás

Circuito de Culturas Populares celebra samba e yabás na Praça dos Orixás

O evento conta com fomento do GDF de aproximadamente R$ 500 mil. A programação gratuita ocorre no sábado (2) e no domingo (3)

Em sua sexta edição, o Circuito de Culturas Populares promove, neste fim de semana, mais duas programações artísticas. No sábado (2) ocorre o Canteiro do Samba e no domingo (3) a Festa das Yabás, ambos na Praça dos Orixás com entrada gratuita. A realização conta com fomento do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio de recursos de aproximadamente R$ 500 mil da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec-DF).

“O circuito é uma rede de fazedores de cultura popular e afro-brasileira do Distrito Federal. Esse projeto nasceu de forma bem espontânea a partir da demanda dos grupos tradicionais como forma de trazer o público para dentro dos festejos tradicionais. A ideia é que esses festejos não morram e levem o acesso à população à identidade brasileira”, explica a presidente do Instituto Rosa dos Ventos, Stéffanie Oliveira.

Para a presidente do Instituto Rosa dos Ventos, o apoio do GDF é um investimento de retorno ao povo brasileiro. “Quando você traz uma cultura que seu povo se identifica, você está cuidando de tudo: da cabeça, do corpo e da alma das pessoas”, avalia.

Dia do samba

Na data em que se celebra o Dia do Samba, sábado (2), uma programação especial desembarca na Praça dos Orixás, um dos cartões-postais da cidade, a partir das 20h. O local será o palco do Canteiro do Samba.

Em sua 24ª edição, serão mais de sete horas de evento com nomes e grupos que são referências no cenário cultural e musical candango, além de feira de artesanato e praça de alimentação. O evento é gratuito e os ingressos podem ser retirados no site do Sympla.

A celebração contará com o Baú do Samba, um ônibus que vai transportar quem quiser participar da celebração, saindo da rodoviária às 19h30, às 20h30 e às 21h. Durante o trajeto de ida, um grupo tocará para aquecer o público apresentando o ritmo que democratiza a cultura musical no centro da capital. O transporte voltará à rodoviária de madrugada, batendo com os horários do corujão.

O produtor do Canteiro do Samba, Érico Grassi, ressaltou a importância de celebrar um dos ícones da afro-brasilidade no principal território afro-candango público. “É o samba mais charmoso do coração de Brasília. A gente acha que o samba não é só um estilo de música, é um movimento afro-brasileiro. Brasília hoje é um dos principais pontos de samba do Brasil, nós temos artistas sensacionais. Virou uma capital do samba e pagode, com muita gente vindo de outros lugares”, declara Grassi.

Celebração às mulheres

No dia seguinte, a Praça dos Orixás será tomada por uma homenagem às mulheres. Em alusão aos dias de Iansã, senhora dos raios e trovões, e Oxum, rainha da água doce, celebrados em 4 e 8 de dezembro, ocorre a Festa das Yabás, a partir das 15h.

“Será uma homenagem às orixás com uma programação densa, com direito a bênção com banho de cheiro pelas nossas ialorixás, das 16h às 18h, e participação de nomes importantes, como Alessandra Leão, que vem de Pernambuco com o canto dos cocos e do maracatu, e Fabiana Cozza, de São Paulo, com o samba”, define Stéffanie, que também coordena a Festa das Yabás.

A programação começa com homenagem às mulheres de terreiro do DF, seguida do lançamento da Escola Itinerante de Saberes Tradicionais e de uma roda de conversa.

A partir das 18h tem roda de axé com o Coletivo das Yás e shows do Bloco Afro Rum Black (GO) com participação de Teresa Lopes; encontro de Batuqueiras com Raissa Rmano do Baque Mulher, Fernanda Vitória do Maracatu do Boiadeiro Boi Brilhante e Lirys Catharina do Zenga Baque Angola.

A parte final da programação será com apresentações de Dessa Ferreira com Alessandra Leão e Filhos de Dona Maria com Fabiana Cozza.

Continuidade

A programação do Circuito de Culturas Populares se estende para o próximo ano com o Festival de Arte Para Crianças, que está em sua segunda edição. Após apresentações nos últimos dias 25 e 26, o projeto volta de 1º a 3 de fevereiro com os shows de Célia Porto, Rênio Quintas e Eduardo Bento com temática infantil e Grupo Badalu (SP) com música para bebês. Completam a programação os espetáculos Baby Jam e de cantigas de roda.

Programação

Canteiro do Samba

Sábado (2)
20h – DJ Leo Cabral
21h – Samba Pinçado
22h – DJ La Reina
23h – Sambadelas
0h30 – DJ La Reina
1h – 7 na Roda + Kris Maciel
2h – DJ Leo Cabral
2h30 – 7 na Roda + Toninho Geraes
3h30 – DJ Leo Cabral

Festa das Yabás

Domingo (3)
16h – Homenagem às Yás do DF
16h30 – Lançamento da Escola Itinerante de Saberes Tradicionais
17h – Diálogos
18h – Roda de Axé com o Coletivo das Yás
19h – Bloco Afro Rum Black (GO) com participação de Teresa Lopes
20h – Encontro de Batuqueiras com Raissa Rmano do Baque Mulher, Fernanda Vitória do Maracatu do Boiadeiro Boi Brilhante e Lirys Catharina do Zenga Baque Angola
21h – Dessa Ferreira com Alessandra Leão
22h – Filhos de Dona Maria com Fabiana Cozza.

Por Adriana Izel e Jak Spies da Agência Brasília

Foto: Webert da Cruz/Divulgação / Reprodução Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
publicidade

Most Popular

Recent Comments